0 Flares 0 Flares ×

E se pudéssemos viajar no tempo? Esta é a pergunta que a fantástica “O Velho Novo Mundo” uma animação de época feita a partir de fotografias antigas remodeladas em 3D.

Para fazer este trabalho incrível, ao invés de criar mundos imaginários do zero em CGI – como qual já nos acostumamos no cinema – o russo Alexey Zakharov usou fotografias antigas de cidades como New York, Boston, Detroit e Washington, as “fatiou”, remodelou em 3D. Depois, ele foi cuidadosamente dando movimento a objetos estáticos nas fotos, como carros, pássaros, bondes, trens e pessoas. Com isso ele conseguiu dar às fotografias a aparência de um filme – não um desenho – animado.

Ainda é possível descobrir, aqui e ali, onde Alexey usou um pouco de CGI para criar elementos como fumaça, água e o clima mas, a grande maioria dos elements de cada cena foi retirada de cada uma das fotos antigas, obviamente, bidimensionais.

As fotos escolhidas cobrem 4 décadas – de 1900 a 1940 – e foram tiradas do acervo do site especializado Shorpy. Já a música, é de Al Bowly, um músico, cantor, compositor e crooner, nascido em Moçambique de cidadania Sul-Africana e Britânica. Al, coincidência ou não, viveu mais ou menos na mesma época das fotos usadas n’O Velho Novo Mundo,  de 1898 a 1940.

 

Gerente de Projetos em Mídias e Redes Sociais, geek em potencial, quase nerd amador, pai – muito, mas muito recente – da Elis, casado, louco por Podcasts e acredita Star Trek é uma visão do nosso próprio futuro.
Um dia escreverei algo aqui e valerá a pena ser lido e poderá mudar a sua vida para sempre.
… ou não mas você não vai correr este risco de não saber, não é?

Comentários

comments